Home / Distrito Federal / Dezenove unidades de saúde ampliam atendimento para até as 22 horas

Dezenove unidades de saúde ampliam atendimento para até as 22 horas

Horário estendido será nas unidades com maior número de servidores

AGÊNCIA BRASÍLIA

O atendimento à população começou a ser reforçado na Atenção Primária, a partir desta sexta-feira (1/11). Ao todo, 19 unidades básicas de saúde (UBS) terão o horário de funcionamento ampliado para até as 22 horas (lista abaixo). A iniciativa, que começou de forma experimental na UBS 5 de Taguatinga, será implementada em unidades com o maior número de servidores, espalhadas por todo o Distrito Federal.

Garantir uma oferta maior dos serviços de saúde é o objetivo da medida, de acordo com a secretária-adjunta de Assistência à Saúde, Lucilene Florêncio. Para ela, os mais beneficiados com a medida serão aqueles que não podem ir às unidades durante o horário comercial. As UBS, no entanto, não atendem casos de urgência e emergência, que devem ser direcionados às unidades de pronto atendimento (UPA) e pronto-socorro hospitalar.

“É uma ampliação do acesso. O atendimento noturno é voltado às pessoas que trabalham o dia inteiro. Mães e pais que não podem levar suas crianças para se consultar porque não podem faltar ao trabalho, além dos que precisam atualizar o cadastro do Bolsa Família, entre outras situações”, explica Lucilene Florêncio.

Os servidores que atuarão nas UBS com horário ampliado serão distribuídos nos três turnos, manhã, tarde e noite. Eles atenderão tanto demandas espontâneas como as agendadas. “As pessoas poderão agendar consultas de pré-natal, de crescimento e desenvolvimento infantil e as odontológicas, e também os pacientes hipertensos e diabéticos”, informa a gestora.

Há, ainda, um projeto da Coordenação da Atenção Primária (Coaps) de realizar um acolhimento único em cada UBS. Neste caso, haverá profissionais para fazer a escuta qualificada e dar os direcionamentos necessários, deixando o pessoal de cada equipe de Estratégia Saúde da Família (ESF) para atender as consultas agendadas, os pacientes crônicos e a demanda espontânea.

Atendimento

A iniciativa da Secretaria de Saúde pretende organizar o processo de trabalho dentro das equipes de ESF. A ideia é chegar a uma resolutividade maior, de 85% a 90% dos casos, para que somente os mais graves cheguem às emergências dos hospitais.

Ampliar o horário de funcionamentos nas unidades básicas é uma ação prevista pelo programa Saúde na Hora, do Ministério da Saúde, regido pela Portaria nº 930, de 15 de maio de 2019.

O Governo do Distrito Federal (GDF) assinou um termo de compromisso com o Ministério da Saúde para aderir ao programa, assumindo metas e indicadores. A medida, incentivada pela Secretaria de Saúde, pretende ampliar a disponibilidade dos serviços em horários compatíveis aos dos trabalhadores, conferindo maior resolutividade à Atenção Primária.

* Com informações da Secretaria de Saúde

Fonte: https://www.agenciabrasilia.df.gov.br/2019/11/01/dezenove-unidades-de-saude-ampliam-atendimento-para-ate-as-22-horas/

Sobre Paulo Cabral

Você pode se interessar

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*