Home / Goiás / “Saneago não será privatizada”, assegura governador

“Saneago não será privatizada”, assegura governador

Controle acionário continuará nas mãos do Governo de Goiás

Foto: Junior Guimarães

“As pessoas conhecem Ronaldo Caiado e sabem que quando falo é aquilo que realmente vai acontecer. A Saneago não será privatizada”, garantiu o governador Ronaldo Caiado. A decisão já assegurada por Caiado foi reafirmada nesta sexta-feira (1º/11) durante evento de entrega de 22 veículos ao Programa de Segurança de Trabalho da Companhia.

As ações do Governo de Goiás em relação à empresa se referem à capitalização, para que a Saneago possa atender toda a demanda existente em Goiás, que ainda é deficitária. Centenas de municípios goianos ainda sofrem com a estiagem e não têm água tratada. Agora, o objetivo é mitigar o problema, que é histórico.

O governador assegurou que o controle acionário da empresa será mantido pelo Estado, mesmo com a possibilidade de venda de ações. “A Saneago continuará tendo o comando, com a preservação de 51% de suas ações. Buscamos dar musculatura à Companhia para poder não ceder espaço a outras empresas privadas, que querem apenas [atuar] nas grandes cidades, deixando de lado mais de 100 municípios em Goiás que não têm atendimento de água de qualidade”, ressaltou.

A solenidade de entrega dos veículos contou com uma emocionante apresentação do Coral Canto das Águas, que cantou os hinos Nacional, de Goiás e da Saneago. Durante discurso, o presidente da Companhia, Ricardo Soavinski, pontuou que o Programa de Segurança de Trabalho já é desenvolvido na empresa ao longo de 2019, após a realização de levantamento que identificou carência nessa área.

“O que a Saneago está fazendo aqui é uma obrigação de ter um excelente trabalho na segurança [dos funcionários]”, e completou: “as consequências de não se investir na segurança do trabalhador trazem muito mais perdas, pois além dos aspectos objetivos, temos um aspecto de suma importância: a responsabilidade social, o bem-estar e um ponto que fundamental, que é a vida do trabalhador”.

Mais Segurança

Os veículos serão utilizados pelos profissionais que irão atuar na realização de inspeções, orientação, treinamentos e acompanhamento de obras e manutenções para prevenir acidentes de trabalho nas unidades da Companhia. Dentro do novo Programa de Segurança de Trabalho na Saneago, a ação garantirá a segurança dos funcionários e também o cumprimento de normativas trabalhistas.

A empresa também trabalha no aprimoramento dos processos e procedimentos para a efetivação de um programa contínuo. Para isso, foram contratados, por processo seletivo, 24 novos técnicos de segurança do trabalho, que já estão atuando nas instalações, obras e operações da Companhia, em todas as suas regionais.

Além disso, a Saneago promoveu cerca de 18,6 mil horas de capacitação para 1.192 funcionários, com treinamentos periódicos em segurança do trabalho. A atividade foi desenvolvida em parceira com o Sesi, durante os últimos cinco meses.

Também participaram do evento de lançamento do programa o presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Lissauer Vieira; a secretária de Economia, Cristiane Schmidt; O presidente da Agência de Regulação de Goiânia, Paulo César; a representante da Superintendência Regional do Trabalho em Goiás, Roberta Roncato; o prefeito de Rio Verde, Paulo do Vale; vereadores de Goiânia, além de diretores e servidores da Saneago.

Programa

Conforme a diretora de Gestão Corporativa da Saneago, Silvana Canuto, uma série de medidas foram tomadas para que o Programa de Segurança de Trabalho fosse completamente efetivado na empresa. Entre elas estão:
• Instalação de um Comitê para a realização de concurso público para contratação efetiva de Técnicos de Segurança do Trabalho;
• Informatização do levantamento de riscos inerentes a cada empregado da Saneago;
• Aquisição de 420 coletes salva-vidas, 319 cintos de segurança para o trabalho em altura, 379 kits de máscara contra gás cloro e 600 perneiras contra animais peçonhentos de forma emergencial;
• Inserção de normas de segurança em todos os novos contratos;
• Inserção de documentos normativos para o acompanhamento de atividades de risco;
• Definição de indicadores de segurança;
• Elaboração do Plano de Atendimento Emergencial para o transporte de produtos químicos;
• Almoxarifado virtual;
• Aquisição de 149 kits de escoramento metálico.

Fonte: http://www.goias.gov.br/noticias/67225-saneago-n%C3%A3o-ser%C3%A1-privatizada%E2%80%9D,-assegura-governador.html

Sobre Paulo Cabral

Você pode se interessar

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*